O Pornographo - um blog que não sai do corpo (fund. 2005)
segunda-feira, fevereiro 16
  [171] O despacho que Faure não assinou

A Humanidade tem progredido por causa do ditado "primeiro o dever, depois o prazer", ou noutra versão, "primeiro a obrigação, depois o alívio da tensão". Ora porque esta ideia parece a todos muito avisada, e com muita razão por si, todas as pessoas se lhe submetem de bom grado, mesmo quando a acumulação dos deveres atira os folguedos para calendas improváveis.
Todas? Nem todas! Naquele dia 16 de Fevereiro de 1899, há exactamente 110 anos, Félix Faure, que presidia ao destino da França, preferiu entregar-se aos braços - ou, ao que parece, à boca: dele escreveu, deliciosamente, Clémenceau: "Il a voulu vivre César, il est mort Pompée" - de uma jovem fille de joie, em vez de se entediar com o expediente.
Esse bravo Gaulês, que vivia certamente sob o adágio "as que se dão, ninguém no-las tira", percebeu que aquilo era muito mais importante do que maçar-se com correspondência. Há sempre alguém que poderá aborrecer-se por nós (como de facto deve ter ocorrido com o seu sucessor), mas um broche é intransmissível.
De certa maneira, Faure deu a vida por uma ideia. Saibamos tirar daí os ensinamentos devidos e dediquemo-nos ao dever sempre que o prazer o permita.
 
domingo, fevereiro 8
  [170] Manual de pornosofia (fragmentos)

"(...) A operatividade do deslocamento enquanto dispositivo pornosófico mostra-se à evidência no seguinte exemplo: tratando-se de protagonistas humanos, a posição vulgarmente designada por canzana é muito apreciada pelos pornófilos, provavelmente em virtude da remissão para um registo de animalidade; todavia, e não menos curiosamente, ao porno-zoófilo quase aborrece a posição canzana na interacção humano-animal; a cena rara e procurada é a do vetusto missionário, tanto nas combinações mulher-cão (cavalo, bode, tamanduá, etc.), como nas combinações homem-cadela (cabra, tamanduá-fêmea, etc., égua é mais difícil) (...)".

Etiquetas:

 
  • "Não digais: «Dá três sem a tirar». Dizei: «É um simplório»" (Pierre Louÿs, Manual de Civilidade para Meninas)
  • "«Irei pelos penhascos» - disse ele, saindo da gruta" (Lobsang Rampa, O Eremita)
  • "This time we go sublime" (Frankie Goes to Hollywood)
  • APRESENTAÇÃO
    EU É QUE SOU O PORNOGRAPHO
    100 nada
    A Causa Foi Modificada
    A funda São
    A Loira Não Gosta de Mim
    A Natureza do Mal
    Albergue dos Danados
    Almocreve das Petas
    Anarca, aka Ganda Cavaleiro Pornographico
    Avatares de um Desejo
    Azul Cobalto
    ...Blogo Existo
    Bombyx-Mori
    Chez Maria
    Cocanha
    Diário da República
    Estes Momentos
    FFFamel ZZZundap
    fazdeconta
    fluffy Lychees
    Frangos para Fora
    Impertinências
    Lida Insana
    Lugar Comum
    Mar Salgado
    Marretas
    Maus Fí­gados
    Memória Virtual
    Metroplinetida I
    Metroplinetida II
    Núcleo Duro
    O Meu Pipi
    Quase em Português
    Quatro Caminhos
    Sala Oval
    Sem Pénis nem Inveja
    Sexo Sem Nexo
    Solvstäg
    Teste de Limites
    Um Amor Atrevido
    Uma Sandes de Atum
    Voz do Deserto
    Xupacabras
    ARCHIVES
    07/05 / 08/05 / 09/05 / 10/05 / 11/05 / 12/05 / 01/06 / 02/06 / 03/06 / 04/06 / 05/06 / 06/06 / 07/06 / 08/06 / 09/06 / 10/06 / 11/06 / 12/06 / 01/07 / 02/07 / 03/07 / 04/07 / 05/07 / 06/07 / 07/07 / 09/07 / 10/07 / 12/07 / 01/08 / 02/08 / 08/08 / 10/08 / 02/09 / 06/10 / 02/11 / 11/11 / 06/17 /


    Powered by Blogger